Translate

About me:

Destaque do mês:

Tomica Custom Mitsubishi Jeep H-J58

Com tecnologia do Blogger.

Clé Bonux Mercedes-Benz 220S



Fabricante: Clé
Modelo: Mercedes-Benz 220S
Número: 19
País: França
Produção: 196?
Material: Plástico
Escala: 1:48
Reprodução de um Mercedes-Benz 220S fabricado em França nos anos 60 pela Clé, fundada em 1952 por Clément Gaget. Modelo totalmente em plástico, não tem vidros nem interior. Os faróis são semelhantes aos usados pelos Dinky e Corgi, tipo diamante. Faz parte de uma serie que era composta por 25 modelos, na sua maioria franceses, sendo este o nº 19. A Clé dedicou-se também ao fabrico de miniaturas automóveis noutras escalas, chegando mesmo a fabricar também brindes para serem ofertados no detergente, estando estes identificados com a palavra Bonux. Em baixo apresento uma lista dos modelos que consegui juntar faltando alguns números.
Lista de modelos:
  • 1 Peugeot 203
  • 2 Citroën Traction
  • 3 Peugeot 403
  • 4 Citroën DS19
  • 6 Simca Aronde P60
  • 7 Simca Aronde
  • 11 Reunault Dauphine
  • 12 Renault Caravelle
  • 13 Renault Floride
  • 14 Citroën 2CV
  • 15 Citroën 2CV Fourgonnette
  • 16 Panhard Dyna
  • 18 Citroën Type H
  • 19 Mercedes 220S
  • 20 Fiat 600
  • 21 Peugeot 403 Familiale
  • 22 Renault Estafette
  • 23 Citroën DS19 Break
  • 24 Peugeot 404
  • 25 Citroën Ami 6

Majorette Amphicat "Amphibie"



Imagens dos catálogos
 
 1971

 1972

1974

Fabricante:Majorette
Modelo: Amphicat
Número: 256
País: França
Produção: 1971-74
Material: Diecast / Plástico
Escala: 1:36
Quem como eu cresceu durante os anos 1970 lembra-se com certeza da mítica serie de ficção científica Espaço 1999 e do Moon Buggy, e esta é aliás uma das razões porque nunca saiu da minha memória, sendo uma das miniaturas da Majorette minha favorita. Trata-se de uma reprodução do veículo anfíbio Amphicat, fabricado nos Estados Unidos e no Canadá no final dos anos 1960 e início dos anos 1970. Tinha corpo em plástico (ABS) e era propulsionado por um motor Sachs de 16 hp arrefecido a ar com arranque manual ou eléctrico. A Majorette introduziu-o no seu catálogo em 1971, sendo que os deste ano tinham interiores coloridos com acessórios em azul e bancos amarelos. Foi fabricado em diversas cores: rosa, vermelho, verde, amarelo e azul. Na sua maioria têm dois olhos decalcados na frente, existindo alguns com um tigre ou apenas a sua cara e uma possivelmente promocional com a palavra "Caltex".
Tinha uma antena, uma pá e picareta nas laterais e um jerrican na traseira, elementos muita vez em falta devido à sua fragilidade. Para além destes tem vários objectos em relevo, entre eles uma espingarda, binóculos, um saco de dormir e uma bateria.


 Este modelo produzia som com o movimento através de saliências nos eixos imitando assim o veículo real.

Joustra Citroën CX Pallas 2400


 
 
 
 

Fabricante: Joustra
Modelo: Citroën CX Pallas 2400
Número: 2549
País: França
Produção: 1976-80
Material: Chapa / Plástico
Escala: 1:15
O CX Pallas foi introduzido pela Citroën em 1974 vindo substituir o GS estando em produção até 1991, altura em que foi substuído pelo XM. A Joustra ou Jouets de Strasbourg, fundada por Guillaume Marx em 1934, foi um fabricante de brinquedos de renome mundial no que diz respeito a brinquedos de folha, fabricando automóveis, autocarros, camiões, motos, aviões e robôs. O CX foi reproduzido inicialmente em 1976 na versão de estrada, surgindo posteriormente outras decorações como a ambulância ou policia. Tem cerca de 32cm de comprimento tendo sido fabricado em chapa litografada e com base em plástico. Vinha equipado com um motor de fricção, interior simples em plástico e vidros azuis. Os pneus são de borracha com jantes de plástico brancas, sendo cromadas nas primeiras versões. Está marcado na base e no lugar da matrícula traseira com a palavra "Joustra" e "Made in France" na base. 
Versões:
  • Civil c/ motor de fricção
  • Civil c/ controlo remoto
  • Police c/ motor de fricção
  • Airport Police c/ controlo remoto
  • Airport Service Air France c/ controlo remoto
  • Raid Trans Amerique c/ motor de fricção
  • Ambulance c/ motor de fricção
  • Ambulance c/ controlo remoto

Plásticos Lena Mini Camião Mercedes TN/T1


 
 

Fabricante: Plásticos Lena
Modelo: Mercedes TN/T1 series
Ref.: ?
País: Portugal
Produção: 198?
Material: Plástico
Escala: 1:--

Pequeno camião em plástico de fabrico simples da Fábrica de Plásticos do Lena, Leiria, acredito que durante os anos 1980. Tem cerca de 15 cm de comprimento e 9,5 cm de altura, abrindo as portas do contentor. Estavam disponíveis em quatro versões diferentes: contentor, taipal, báscula e grua. Eram vendidos numa caixa de cartão e estavam marcados nas rodas com a palavra "Lena". Apenas a versão contentor tem um autocolante com a palavra "Lena" na lateral. Em relação ao modelo real este foi introduzido pela Mercedes em 1977, fazendo parte da serie TN/T1 (ou Bremer Transporter) as versões 207D, 307D, 208 e 308. Mais tarde, em 1981, são adicionadas as 407D, 409 e 410. A sua produção termina em 1995 quando é substituída pela Sprinter.

Versões:
  • Contentor
  • Taipal
  • Báscula
  • Grua







Lesney Matchbox AEC Regal IV "BEA" Observation Coach


 
 
 

Fabricante: Lesney
Modelo: AEC Regal IV
Número: 58-A
Caixa: B, C e D
País: Inglaterra
Produção: 1958-1962
Material: Diecast
Escala: 1:140
Sucessor: Escavador Drott
O Regal IV foi fabricado pela AEC (Associated Equipment Company) que esteve no activo de 1912 a 1979 altura em foi adquirida pela British Leyland. Em 1951 são encomendados quarenta modelos, passando mais tarde para 65 autocarros com carroçaria especialmente concedida para o transporte de passageiros e bagagens. Em 1966 começam a ser substituídos pelos Routemaster. A Lesney começou a reproduzi-lo em 1958 na serie 1-75 tendo o número 58. Foi fabricado apenas na cor azul escuro, e com dois tipos de decalques e rodas, primeiro cinzentas e depois rodas em preto. Em relação aos decalques, o primeiro usado é o aqui apresentado, tendo fundo transparente e letras brancas, passando mais tarde a ter fundo branco e letras pretas. Este decalque passou também a ostentar as inicias "BEA" em branco num fundo vermelho. Seria substituído em 1963 pela retroescavadora Drott.

Dinky Toys Studebaker Land Cruiser


 
 
 
 



Fabricante: Dinky Toys
Modelo: 1952 Studebaker V8 Land Cruiser
Ref.: 172
País: Inglaterra
Produção: 1954-59
Material: Zamak
Escala: 1:43

O Land Cruiser foi fabricado pela Studebaker durante vinte anos, entre 1934 e 1954. A Mecanno reproduziu-o entre 1954 e 1959. Tem corpo em metal e base em chapa, nunca teve vidros nem interior. Foi fabricado em azul e verde, e em duas cores: cereja e creme e castanho claro e beje, tendo também estas dois esquemas de cores diferentes. O modelo que mostro encontrava-se em mau estado pelo que decidi proceder ao restauro do mesmo. A base foi removida com a ajuda de uma broca, e sendo em chapa tem tendência a ganhar ferrugem, pelo que a mesma foi removida com um produto para o efeito, após o qual foi aplicado um produto para impedir que a mesma volte a aparecer. Depois disso foi aplicado o primário e pintada. As jantes como tinham a cor original em muito bom estado não foram mexidas. O corpo do modelo foi decapado, lixado e após ser limpo aplicado o primário. Foi pintado em azul claro de modo a ficar o mais próximo possível do original, levando duas demãos. No final foram pintados os detalhes: pára-choques, faróis e grelha frontal. A base foi fixada usando cola, embora também se possa voltar a colocar rebites, furando antes de pintar os respectivos encaixes.

Dinky Toys Nash Rambler Cross Country Fire Chief


 
 
 

Fabricante: Dinky Toys
Modelo: 1956 Nash Rambler Cross Country
Ref.: 257
País: Inglaterra
Produção: 1960-69 
Material: Diecast
Escala: 1:48


Desenhado por Pininfarina, foi introduzido no catálogo em 1958 com o número 173 versão de estrada, sendo o segundo modelo da Dinky a dispor de vidros. Em 1960 a Meccano introduz a variação de bombeiros "Fire Chief". Foi sempre de cor vermelha, com decalques, vidros e pirilampo também ele vermelho. Nunca tiveram interior tendo sido comercializado também com brancos. O Rambler foi apenas fabricado como Station Wagon. Esteve em produção até 1969.

Ribeirinho vs Beeju Autocarro Trolley Dois Pisos


 
 
 
 
Fabricante: Ribeirinho
Modelo: Trolley Inglês
Ref.: 1007 / K
País: Portugal
Produção: 1950-79
Material: Plástico
Escala: 1:85

A Fábrica de Pentes do Ribeirinho foi fundada em 1905 na cidade de Guimarães por Manuel Teixeira, iniciando o fabrico de brinquedos em 1950. Sendo que muitos dos brinquedos fabricados em Portugal foram sem dúvida de inspiração inglesa e entre eles encontra-se este autocarro de dois andares da Ribeirinho cópia da inglesa Beeju, que o começou a fabricar nos finais dos anos 40. Como curiosidade note-se que não houve a preocupação de mudar o posicionamento do condutor e entrada para o lado direito. É um brinquedo com cerca de 9,2 cm de comprimento e 4,5 cm de altura fabricado em plástico. Os primeiros modelos lançados com a referência 1007 tinham mais ocupantes podendo-se encontrar modelos com cerca de 11 passageiros e 1 motorista. Mais tarde passa a ser referenciado apenas como "K" e perdendo a maior parte dos ocupantes, neste ficaram apenas 3, incluíndo o motorista. Apesar de parecerem idênticos à primeira vista há diferenças entre ambos no molde. Na versão inglesa, fabricada pela E.V.B. Plastics LTD, a frente e rodas são mais perfeitas, mas em contrapartida os recortes das janelas são algo irregulares, ao contrário do Ribeirinho. A base também é diferente nomeadamente ao nível do encaixe das rodas. O modelo inglês aqui apresentado é mais antigo que o português, devendo ter sido fabricado durante os anos 50. As primeiras versões da Beeju tinham tendência a ficarem deformadas com o tempo, situação corrigida já no modelo que apresento. Ao contrário dos Ribeirinho estão marcados na base e lateral com "Beeju Toys" e "Made in England". Para além da versão de dois pisos, a E.V.B. também fabricou um modelo de um só piso, ambos provavelmente representando um trolley. A Ribeirinho deixou de fabricar brinquedos no final dos anos 70.